Chic (Part 2)

Blog de mpsmelo :Housemaster (DJ´s Underground), ChiC (Part 2) FinaL.

DE VOLTA HOUSEMASTER HOJE QUINTA FEIRA TRAGO A ULTIMA PARTE DA ORIGEM E FIM DO GRUPO CHIC . QUE APAVOROU NOS ANOS 70 & 80 E SENDO ATE HOJE EM DIA SAMPLEADO E SUAS MUSICAS REGRAVADAS PORQUE NA BOA GALERA O QUE É BOM PODE E DEVE SER RE-INVENTADO MAS MANTENDO SUAS CARACTERISTICAS ORIGINAIS,,,ASSIM PENSO EU… AINDA NAO OUVI REMIX BOM QUE TRAGA ROUPAGEM TOTALMENTE DIFERENTE , NEM SE QUER UM TIMBREZINHO QUE NAO LEMBRE A ORIGINAL…ESSE É O TRABALHO DE VARIOS DJS E PRODUTORES DESSE MUNDO DE DEUS. ABAIXO ESTA A CONCLUSAO DO TRABALHO EFETUADO PELO DJ WAGNAO EM RELAÇÃO AO CHIC,,.. VAMOS HA ELA ENTAO………

CHIC PART 2

Um dos melhores e bem sucedidos produtores da era Disco, comparados por algumas pessoas a outros parceiros como Lennon/McCartney e Richards/Jagger.
Nile nasceu na cidade de Nova Iorque, no dia 19 de setembro de 1952. Cresceu tocando guitarra e se tornou um guitarrista de primeira categoria. Estudou música clássica e jazz antes que se unisse à banda do lendário teatro Apollo, no Harlem.

Bernard nasceu em Greenville, no dia 31 de outubro de 1952. Cresceu tocando baixo e inspirou muitas pessoas a escolher o baixo em vez do violão, entre elas John Taylor do Duran Duran.
Bernard morreu longe, aos 43 anos de idade, no dia 18 de abril de 1996 (ele estava com pneumonia). Nile Rodgers encontrou o amigo morto no quarto de hotel em Tóquio, no Japão. Bernard havia reclamado de dores de estômago e à noite teve febre alta. Ele morreu enquanto dormia.

Quando Bernard faleceu, naquela noite em 1996, deixou a esposa Alexis e seis crianças, quatro meninos e duas meninas: Bernard Jr, Portia, Michael, Mark, David e Leah. A morte dele foi um choque para a família.

Nile & Bernard se encontraram pela primeira vez em 1972, quando eram sócios da Big Apple Band. Em 1977 Walter Murphy e a Big Apple Band fizeram o hit “A Fifth of Beethoven”. Esta música foi caracterizada depois na trilha sonora do filme “Saturday Night Fever” (Embalos de Sábado à Noite).

Inspirados por este sucesso Nile e Bernard deixaram a Big Apple Band e formaram o grupo Chic. Eles recrutaram o baterista Tony Thompson, e Norma Jean Wright junto com Alfa Anderson para os vocais. O grupo gravou uma demo de “Dance, Dance, Dance”, mas não houve interesse de nenhuma gravadora pelo single. Finalmente, no final de 1977, a Atlantic Records lançou o single, que vendeu 1 milhão de cópias no primeiro mês. Este primeiro single foi, na opinião de Nile, o mais importante, pois foi a primeira canção com o então chamado sub bass. Antes de “Dance, Dance, Dance” todo baixo era abaixo de 60 Hz, mas nesta canção Nile e Bernard decidiram não cortar nada. Assim, esta foi a primeira canção na qual se poderia ouvir e sentir o estrondo das caixas de som dos clubes, e isso era realmente algo completamente novo. O sucesso deste single conduziu ao primeiro álbum deles, chamado “Chic” (1977). O álbum também incluiu o hit “Everybody Dance”. Esta realmente mexeu com as pistas de dança e Nile & Bernard foram chamados por um amigo para ir ao Studio 54, onde a música estava estourada. O DJ da casa tinha um promo da música e o público pedia para ouvir várias vezes, embora ela fosse muito longa (quase 10 minutos).

Em uma entrevista ao jornalista suéco Mats Nileskar, Bernard contou a história de como eles escreveram a música “Le Freak”. Eles foram contatados por Grace Jones que queria trabalhar com eles em seu próximo álbum. Ela os convidou para ir ao Studio 54. Era véspera de Ano Novo e eles estavam vestidos a rigor. Nevava muito e, quando Nile & Bernard chegaram ao clube, os porteiros não puderam encontrar seus nomes na lista de convidados. Nile & Bernard explicaram que eles eram do grupo “Chic” e que Grace os esperava. Mas os porteiros não os deixaram entrar… Com raiva, eles voltaram para a casa de Nile e, em apenas 30 minutos, escreveram uma música inteira. Eles colocaram o nome de “Fuck Off” e cantavam assim: “aaahh fuck off”. Mas eles sabiam que era uma música, e claro que tiveram de mudar a letra e trocar o título para “Le Freak”, e cantavam: “aaahh freak out”. O single “Le Freak” vendeu mais de 6 milhões de cópias só nos EUA. Mas, depois de 6 milhões de cópias vendidas, Nile & Bernard decidem parar a venda do single, para não prejudicar a venda do álbum. Quem sabe quantos mais teriam sido vendidos se eles não tivessem parado…

O próximo single do grupo foi “I Want Your Love” que, junto com “Le Freak”, foi incluído no segundo álbum, chamado “C’est Chic” (1978).

No ano seguinte o grupo retornava com o mais importante single de todos os tempos: “Good Times”. A base foi copiada por Queen em “Another One Bites The Dust”, usada em “The Adventures Of Grandmaster Flash On The Wheels Of Steel” e sugada por The Sugarhill Gang na música “Rapper’s Delight”.
A primeira vez que Nile ouviu “Rapper’s Delight”, ele estava em um clube de Nova Iorque. Ele pensou primeiro que era o DJ brincando em cima de “Good Times” e achou muito legal. Quando falou com o DJ descobriu que era outro grupo que usava sua base sem autorização.

Nile & Bernard ficaram furiosos e ameaçaram processar estas pessoas, que responderam enviando gângsters armados ao estúdio. Os gângsters apontaram armas para Nile & Bernard e lhes disseram que não tentassem processar estas pessoas. Eles ficaram chocados, mas contrataram um advogado que anteriormente havia trabalhado para a máfia e conhecia estas pessoas. Este advogado conseguiu um acordo e Nile & Bernard embolsaram nada mais nada menos que meio milhão de dólares em dinheiro!
A música “Good Times” foi incluída no terceiro álbum do grupo, “Risque” (1979), junto com “My Forbidden Lover” e “My Feet Keep Dancing”.

Também em 1979 foi lançado o primeiro álbum “The Greatest Hits”. Devido ao grande sucesso do grupo, outros artistas os procuravam para trabalhar com eles. Nile & Bernard escreveram, produziram e tocaram (junto com todo o Chic) no álbum “We Are Family” das Sister Sledge em “We Are Family”, He’s The Greatest Dancer”, “Lost In Music”. Neste mesmo ano a dupla escreveu e produziu a música “Spacer” para a francesa Sheila B Devotion. “Spacer” foi remixada em 1998. Sheila é uma popular cantora francesa e o remix fez grande sucesso por lá.

Além de Sheila e Sister Sledge, a dupla produziu para Norma Jean, Fonzi Thornton, Diana Ross, Debbie Harry, “Soup For One Soundtrack” (Harry Pendergrass, Carly Simon), Johnny Mathis, Kim Carnes e Aretha Franklin.

Em 1992 Nile & Bernard voltaram aos estúdios para gravar um novo álbum do Chic. A nova formação do grupo só tinha Rodgers e Edwards da formação original. Desta vez eles contrataram Sylver Logan e Jenn Thomas para os vocais. O trabalho de estúdio resultou em um álbum chamado “Chic-Ism” (1992). O álbum não fez muito sucesso, mas é legal, com grandes sucessos como “Chic Mystic”, “Your love” e “M.M.F.T.C.F”. Este álbum teve uma nova roupagem, adequada aos anos 90.
Nile & Bernard foram os produtores mais sampleados de todos os tempos, só perdendo para James Brown.

Além das mencionas acima, seguem algumas das várias “roubadas”, atuais e do passado:

Gary Byrd & G.B Experience – “The Crow” (“Good Times”)
Navigators – “Superstar” (“I Want Your Love”)
Modjo – “Lady” (“Soup For One”)
Alcazar – “Crying At The Discoteque” (“Spacer”)
Will Smith – “Gettin Jiggy With It” (“He’s The Greatest Dancer”)

Quando acertei com o Waguininho para fazer a coluna, quebrei a cabeça pensando qual seria a primeira matéria. Mas, quando comecei a revirar os meus arquivos, não tive dúvidas… teria que ser com eles:

GALERA POR FALTA DE TEMPO NAO DEU PRA COLOCAR LINKS COM MUSICAS DO CHIC…FICO DEVENDO GENTE…DA PROXIMA VEZ EU COMPENSO…ABRAÇOS E FIKEM NA PAZ DO SENHOR.

Agradecemos a sua participação.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Dj Culture. Eletronic Music. Art of Mixing. Video Mix

%d blogueiros gostam disto: